• Zelmute Marten

Prosperus Investimentos

O ambiente da transição energética tem oportunizado investimentos expressivos em energias renováveis no Brasil. Investimentos na ordem de R$ 2,34 trilhões são projetados no Plano Decenal de Expansão de Energia. Neste montante estão previstos investimentos nos setores de petróleo, gás natural e biocombustíveis na ordem de R$ 1,9 trilhão, geração centralizada R$ 303 bilhões, geração distribuída R$ 50 bilhões e R$ 104 bilhões em transmissão (buscando suprir a necessidade do país para a construção de Linhas de Transmissão). As previsões são de investimentos na ordem de R$ 456 bilhões em geração centralizada, geração distribuída e sistemas de transmissão no Brasil até 2030, indicando perspectivas alvissareiras para o setor, ao mesmo tempo em que visam atrair novos investimentos internacionais e estabilizar a oferta de energia em todo território nacional. A Prosperus Investimentos é uma empresa de Private Equity, Property Market – BTS, Venture Capital, Financial Intermediary, especializada no setor de energia.

A Prosperus Investimentos nasceu para criar soluções que agregam expertises e senioridade de profissionais e empresas associadas, oferecendo um pacote de serviços e soluções inteligentes em investimentos para os setores de energias renováveis, infraestrutura, saúde, educação, corporate finance, real estate, telecomunicações e dados, turismo, logística, petróleo e gás. Está localizada em Fortaleza (CE), com mais de trinta e cinco anos de atuação, com projetos em todo território brasileiro e vínculos empresariais e de business partner’s em diversas partes do mundo, especialmente nos Estados Unidos, Europa e Ásia. Atuando no desenvolvimento de parques eólicos offsore, onshore, usinas solares, biorefinarias, centrais hidrelétricas, apostando em projetos disruptivos no Brasil.

Entre os principais desafios que a Prosperus Investimentos tem atuado, está o desenvolvimento do Hidrogênio Verde. No Plano Nacional de Energia – PNE 2050 do Brasil, o Hidrogênio Verde recebe posição de destaque. Entre as recomendações contidas no documento está desenhar aprimoramentos regulatórios relacionados à qualidade, segurança, infraestrutura de transporte, armazenamento, abastecimento, incentivo e utilização de novas tecnologias e articular com outras instituições internacionais que tenham iniciativas na área do hidrogênio. O Conselho Nacional de Política Energética aprovou resolução determinando a elaboração de diretrizes para o Programa Nacional do Hidrogênio. O intuito é desenvolver no país uma infraestrutura de produção e distribuição do hidrogênio, pelo lado da oferta, bem como a inserção do energético na matriz dos transportes, siderurgia e fertilizantes. “O insumo carrega alta densidade energética, possui versatilidade de uso, não emite CO2 e pode funcionar como armazenamento de energia”, destaca Paulo Cesar Magalhães, secretário de Planejamento e Desenvolvimento Energético do Ministério de Minas e Energia.

Neste ambiente está localizada a parceria estratégica da Prosperus Investimentos e a Ventos Verdes. Através da Câmara de Comércio Brasil – Alemanha do Rio de Janeiro estão sendo coordenados esforços para a coordenação dos investimentos do país no estímulo à geração de tecnologia para o desenvolvimento do Hidrogênio Verde brasileiro. O edital da Fundação H2Global é um dos instrumentos utilizados e que estão entre os acompanhamentos e expertises da Prosperus Investimentos para promover a proteção do meio ambiente e do clima. A missão é o aumento oportuno do mercado e a importação de produtos Green Hydrogen e Power-to-X para a Europa. Os objetivos serão alcançados através da promoção da produção e uso do Hidrogênio Verde e outros transportadores de energia neutros para o clima (transportadores de energia neutros para o clima ou desfossilizados) em nível nacional e internacional. Entre os doares do edital estão: uniper, nachdenken – klimabewusst reisen atmosfair, hidrogenious LOHC TECHNOLOGIES, MAN Energy Solutions – Future in the making, F. LAEISZ, SALZGITTERAG Stahl und Technologie, VNG Handel & Vertrieb, VIRIDI, HHLA, Air Liquide, FEV, NEA GROUP, AUSTRIA AG Renewables and Gas, thyssenkrupp, RWE, AIR PRODUCTS, SIEMENS ENERGY, ENERTRAG, ENGIE, Linde e Deutsche Bank.

311 visualizações0 comentário