• Zelmute Marten

DIALLD: tecnologia e financiamento para geração de energia renovável no Brasil

O grupo russo-alemão DIALLD está estruturando no mercado do Brasil, América Latina e Caribe, empreendimentos com tecnologia patenteada própria e financiamento através da DIALLD Capital para geração de energia renovável com resíduos sólidos urbanos, resíduos industriais, resíduos hospitalares, recuperação ambiental de áreas de refino, processamento de petróleo, mineração e em áreas degradadas. O grupo empresarial DIALLD – BIO ENERGY HOLDING é constituído pelas empresas DIALLD BIO ENERGY sob registro 1.31.38813.2, BIOEH sob registro 9701002355 de origem alemã e BIO ENERGY HOLDING sob registro 1157746684974 na Federação Russa. Há mais de vinte anos no mercado, com sedes em Stuttgart na Alemanha e Moscou na Rússia, atua no Brasil, República Dominicana, Colômbia, Equador, Chile, Peru, El Salvador, Honduras, Guatemala, Nicarágua, Bolívia, Costa Rica, México, Panamá, Espanha, Turquia, Rússia, África e Vietnã.

Possuí mais de 15 usinas em operação na Europa e Ásia em países como China, França, Suíça, Alemanha, Rússia, Lituânia, Turquia e Bielorrússia, gerando aproximadamente 800 MW/h de águas residuais convertidas em energia renovável e água limpa para finalidade agrícola, mais de 2 milhões de toneladas de resíduos sólidos urbanos tratados, processando 500.000 m³ de lodo e óleo resultante de extração de petróleo. Atuando em sistema de parceria empresarial com as maiores petrolíferas russas: GASPROM, LUKOIL e ROSNEFT. E no tratamento de gases e produção de hidrocarbonetos com: GRASYS e TT GROUP. Atendendo os padrões ambientais europeus e internacionais, com soluções tecnológicas e padrões: ISO 9001, ISO 2001 e ISO 14001, entre outros. Possuindo os melhores suportes técnico-científicos, financeiros e humano para realizar qualquer tipo de projeto, entre os mais complexos, em qualquer lugar do mundo.

No Brasil a DIALLD está atuando juntamente à empresas privadas, municípios, consórcios intermunicipais, governos estaduais e a administração federal, buscando desenvolver parques tecnológicos de tratamento de resíduos nos territórios. A partir da constituição de Sociedades de Economia Mista ou Joint Venture de Co-Investimento, apresenta modelos de negócios para usinas de geração de energia renovável para localidades com destinação igual ou superior a 320 toneladas/dia de RSU, entrando com a tecnologia e o investimento por um contrato de Power Purchase Agreement (PPA) por um período de 15 anos. Em caso de de produção de RSU superiores a 130 toneladas/dia, encontra viabilidade a construção de Usinas de Geração de Biomassa. Os projetos realizam recuperação ambiental radical de aterros sanitários, transformando em área verde propicia à fauna e tratando todo tipo de resíduos existentes. Atuando em parceria com grupos de catadores para promoção de inclusão social e produtiva, gerando aproximadamente 300 empregos indiretos, 50 diretos, com capacidade de gerar 8 MW/h com 320 toneladas/dia de RSU, podendo estes números referenciais se alterarem de acordo com a realidade de cada projeto específico.

O portfólio tecnológico engloba as seguintes atividades: construção de estações de tratamento de resíduos sólidos urbanos, com geração de eletricidade e água limpa; instalação de equipamentos para eliminação de resíduos médico e hospitalares com geração de energia; instalação de equipamentos de tratamento de águas residuais de precipitados viscosos na fabricação de combustíveis; construção de usinas de reciclagem de lixo sem desperdícios com a produção de combustíveis derivado de resíduos e eletricidade; construção de estações de biogás com produção de fertilizantes e eletricidade; instalação de equipamentos de pneus usados e reciclados, pontos para reciclar pneu ou betume para a geração de combustíveis e eletricidade; instalação de equipamentos de limpeza de óleo e lodo para petroleiras; construção de usinas de geração de energias limpa com base em diversos tipos de resíduos; instalação de baterias para armazenamento de energia solar e eólica; instalação de equipamentos para produção de água e hidrogênio potável a partir da água do mar; comercialização de geradores de água atmosférica; comercialização de ônibus elétricos; construção de usinas fotovoltaicas. Atividades em sinergia com a economia circular e a transição energética. Colaborando com o desafio global de minimizar a emissão de CO2, em consonância com as metas estabelecidas no Acordo de Paris e na COP26.

619 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo